Procurar

Conheça o vasto Património Religioso existente no concelho de Ribeira de Pena

Capela da Granja Velha / Capela de Nossa Senhora da Conceição

IPA.00012161

4870-129,Granja Velha, Ribeira de Pena

 

Arquitetura religiosa, barroca. Capela setecentista, de planta longitudinal composta, de nave e capela-mor, indiferenciada, interiormente com tetos de madeira, de perfil curvo, e amplamente iluminado, com sacristia adossada à fachada lateral direita. Fachadas rebocadas e pintadas, com pilastras nos cunhais coroados por pináculos adelgaçados e terminadas em friso e cornija. A principal termina em frontão curvo interrompido por elemento de cantaria que sustenta cruz, e é rasgada por portal de verga recta, moldurada, enquadrado por frontão curvo interrompido por pedra de armas, sobrepujado por óculo. As fachadas laterais têm portas travessas de verga recta encimadas por janelões, rectangulares de capialço e a esquerda possui escada com balcão de acesso ao coro-alto. No interior coro-alto de madeira, portas travessas ladeadas por pias de água benta, concheadas, dois púlpitos laterais confrontantes e retábulo-mor barroco, em talha dourada, de planta côncava e três eixos.

Localiza-se numa encosta do rio Tâmega, isolado, num largo sobranceiro à estrada para a sede do concelho, rodeada de campos agrícolas e casas rurais, em xisto da região. Possui adro murado, empedrado a cubo granítico, com candeeiros de iluminação e fonte datada de 1990.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela da Senhora de Fontelos

IPA.00013865

4870-022, Fontelos, Ribeira de Pena

 

Arquitetura religiosa, vernácula e maneirista. Capela de planta longitudinal com espaço interior único coberto a contraplacado e iluminado pela fresta lateral. Fachada principal terminada em empena, de cornija, com portal em arco de volta perfeita, com chanfro, sobre pilastras toscanas e impostas, ladeado por púlpito de pedra, e precedida por alpendre. Fachadas laterais terminadas em cornija, a esquerda rasgada por porta de verga reta e a direita por fresta, retangular, na zona do altar-mor. Fachada posterior em empena. Interior com pia de água benta e retábulo maneirista, de talha policroma, de planta reta e um eixo.

 

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela das Almas

IPA.00013872

4870-042 Cerva, Ribeira de Pena

Capela barroca, de planta poligonal composta de nave e capela-mor, mais baixa e estreita, interiormente com tetos de madeira e iluminada pelas janelas e óculos, com sacristia adossada, fachadas rebocadas e pintadas, com pilastras nos cunhais coroados por pináculos rematados por bolas, e terminadas em friso e cornija. Fachada principal terminada em frontão curvo interrompido, rasgada por portal de verga reta flanqueado por pilastras suportando entablamento com frontão curvo interrompido, sobrepujado e ladeado por óculos recortados. Fachadas laterais com porta travessa de verga reta encimado por frontão interrompido e janelão, ladeado por óculos, na nave e um outro, na capela-mor, sendo a lateral direita rematada por sineira, sobre o beiral. No interior, coro-alto de madeira, portas ladeadas por pias de água benta, gomeadas, púlpitos e duas capelas laterais em arco de volta perfeita, confrontantes, e retábulo-mor revivalista, de talha policroma, de planta côncava e três eixos.

Localiza-se numa planície contígua ao rio Poio, isolada, num largo no centro da vila, à face da estrada para Cerva, rodeada de casas. Desenvolve a S. e E. pequeno adro, aberto, pavimentado com lajes de granito.

 

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de Adoria / Capela de São Jorge

IPA.00021527

Portugal, Vila Real, Ribeira de Pena, União das freguesias de Cerva e Limões

 

Arquitetura religiosa, vernácula. Capela de planta longitudinal simples e espaço interior único, coberto a falsa abóbada de berço, em contraplacado. Fachada principal terminada em empena de friso e cornija rematada por sineira, rasgada por portal de verga reta encimado por janelão retangular, de capialço, e ladeado por dois óculos. Fachadas laterais com cunhais, horizontalizados, apilastrados e rematados em friso e cornija com frestas em capialço a iluminar a zona do altar-mor e, na lateral esquerda, porta de verga reta. Interior com pia de água benta ladeando o portal, e retábulo-mor revivalista neoclássico.

Localiza-se numa encosta voltada ao rio Poio, isolada, adaptada ao desnível do terreno, num largo no centro da povoação, rodeada de casas e quintais.

 

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de Agunchos / Capela de Santa Marta

IPA.00023537

Agunchos, Ribeira de Pena

 

Capela setecentista e oitocentista, de planta retangular simples e interior de espaço único com cobertura de madeira em falsa abóbada e iluminado por janela e óculos da fachada principal e frestas das laterais. Fachada principal terminada em empena, de friso e cornija, truncada por sineira, rasgado por portal de verga abatida encimado por janela de verga abatida e ladeado por dois óculos. Fachadas laterais com pilastras nos cunhais e rematadas em friso e cornija, com frestas de capialço, tendo a lateral esquerda porta de verga reta e sacristia, no oposto. Interior com coro-alto, púlpito, pias de água benta ladeando os portais e retábulo-mor revivalista.

Localiza-se numa encosta sobre o rio Tâmega, isolada, num largo sobranceiro à estrada para Cerva, rodeado de casas, quintais e campos de cultivo. Possui adro empedrado a cubo granítico, cerrado por muro de pedra e grades de ferro, com acesso frontal por escadaria de pedra.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de Alvite / Capela de Nossa Senhora do Socorro

IPA.00021529

Alvite, Ribeira de Pena

Arquitetura religiosa, maneirista. Capela de planta longitudinal simples e interior indiferenciado com cobertura de madeira em masseira. Fachada principal terminada em empena de friso e cornija truncada por sineira, com portal em arco de volta perfeita ladeado por dois óculos e encimado por um outro. Fachadas gravadas com cruzes de via sacra, numa solução muito difundida na zona, tendo as laterais com cunhais apilastrados e horizontalizados, rematadas em friso e cornija, rasgadas com frestas em capialço, a iluminar a zona do altar-mor, e porta de verga reta, na lateral esquerda, e com sacristia e escada para o coro-alto, na oposta. Interior com coro-alto de madeira, confessionário embutido na estrutura, púlpito no lado do Evangelho, pias de água benta gomadas ladeando os portais e retábulo-mor revivalista neobarroco.

Localiza-se numa encosta sobre o rio Poio, isolada, num largo à face da estrada da povoação, frontalmente com adro lajeado, rodeado de casas e campos de cultivo.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de Asnela / Capela de Nossa Senhora da Ajuda

IPA.00023499

4870-035 Asnela, Ribeira de Pena

 

Arquitetura religiosa, maneirista e revivalista. Capela de planta longitudinal simples, interiormente com teto de madeira de perfil curvo e iluminada pelos óculos da fachada principal e frestas laterais na zona do altar-mor. Fachada principal terminada em empena, de friso e cornija, encimada por sineira, e rasgada por portal de verga reta, encimado por frontão interrompido e óculo circular, e ladeado por óculos circulares geminados. Fachadas laterais com cunhais apilastrados, rematadas em friso e cornija e rasgadas na lateral direita por porta de verga reta e uma outra de acesso ao coro, com escada de balcão. Interior com pias de água benta ladeando as portas, coro-alto, púlpito no lado do Evangelho e, inscrito em nicho de arco de volta perfeita aberto na parede testeira, retábulo-mor revivalista barroco, de talha policromada a branco e dourado.

Localiza-se numa encosta sobre o rio Louredo, isolado, numa plataforma à margem da EN para Cerva, rodeada de casas e campos de cultivo. Desenvolve frontalmente adro empedrado a cubo granítico.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de Azeveda

IPA.00013875

Azeveda, Ribeira de Pena

 

Arquitetura religiosa, maneirista. Capela de planta longitudinal simples e espaço interior único, coberto com teto de estuque em masseira e iluminado pelos óculos da fachada principal e frestas das laterais, rasgadas na zona do altar-mor. Fachada principal terminada em empena de friso e cornija truncada por sineira, rasgada por portal de verga reta ladeado por óculos circulares geminados. A fachada principal integra a tipologia mais comum na região, apresentando grandes afinidades em termos de óculos e nicho para o retábulo-mor com a Capela do Bom Jesus ou de Burgos, na freguesia vizinha de Cerva (v. PT011709030069). Fachadas laterais com cunhais apilastrados, rematadas em friso e cornija com frestas de capialço e, na lateral direita, porta de verga reta. Interior com pias de água benta ladeando as portas e nicho em arco de volta perfeita aberto na parede testeira onde se integraria o antigo retábulo-mor.

Localiza-se numa encosta sobre a ribeira de Aveleiras, afluente ao rio Poio, isolada, rodeada de campos de cultivo, à margem de um caminho velho, lajeado e enquadrado por muros de propriedades. Desenvolve, lateral e posteriormente, adro apertado, cimentado e murado.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de Bragadas / Capela de São Pedro

IPA.00013881

4870-251,Bragadas, Ribeira de Pena,

 

Arquitetura religiosa, popular. Capela novecentista de planta longitudinal simples, interiormente com teto de madeira, em masseira, e iluminada pelas frestas laterais. Fachada principal terminada em empena, de cornija, rasgada por portal de verga reta sobrepujado por padieira, seiscentista, com inscrição, ladeada por duas frestas horizontais. Fachadas laterais terminadas em cornija, a esquerda com porta travessa de verga reta, ladeada por duas janelas de verga curva, e a direita com janela semelhante e sacristia. Interior com retábulo revivalista, de talha policroma e marmoreados fingidos, de planta reta e três eixos.

Localiza-se na encosta voltada ao rio Tâmega, isolado, num pequeno largo da aldeia, rodeada de casas e quintais, junto da Casa do Santo, imponente construção oitocentista e nas imediações da Casa do Barroso. Possui pequeno adro murado, aberto frontalmente, pavimentado a cubo de granito.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de Cabriz / Capela de Santo António

IPA.00021528

Cabriz, Ribeira de Pena

 

Capela barroca, de planta poligonal composta, de nave única e capela-mor, mais baixa e estreita, de interior diferenciado cobertos a falsa abóbada de contraplacado pintado. Fachada principal terminada em empena de friso e cornija, truncada por sineira, com portal de verga arqueada, sobreposto por e encimado por elementos vegetalistas, ladeado por dois óculos e encimado por cartela e um outro óculo. Fachadas laterais com cunhais apilastrados, horizontalizados, e rematadas em friso e cornija, rasgadas por frestas de capialço na nave e capela-mor, com porta travessa de verga reta, na lateral direita e escada de pedra para o coro e sacristia, no oposto. Interior com pias de água benta ladeando os portais, coro-alto de madeira, púlpito no lado do Evangelho e retábulo-mor neobarroco.

Localiza-se numa encosta sobre o rio Poio, isolada, num largo à entrada da povoação, rodeada de campos de cultivo. Desenvolve pequeno adro, parcialmente murado.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de Cadaval / Capela de São Bento

IPA.00013878

Cadaval, Ribeira de Pena

 

Arquitetura religiosa, maneirista. Capela de planta longitudinal simples e espaço interior único, com cobertura em falsa abóbada de berço. Fachada principal integrada na tipologia mais comum na região, terminando em empena de friso e cornija truncada por sineira, com portal de verga reta ladeado por dois óculos. Fachadas laterais com cunhais horizontalizados apilastrados e rematados em friso e cornija com frestas retangulares em capialço a iluminar a zona do altar-mor e porta travessa de verga reta na lateral esquerda. Interior com pias de água benta gomadas, ladeando os portais, e tendo rasgado na parede testeira nicho em arco de volta perfeita sobre pilastras toscanas, para estrutura retabular.

Localiza-se numa encosta voltada ao rio Poio, isolada, à face da estrada, sobre soco nivelador do terreno, à entrada da aldeia, rodeada de campos de cultivo e casas, algumas coetâneas da sua construção. Possui pequeno adro frontal, ajardinado, cerrado por muro encimado por grade e com portão de ferro,

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de Carvalhais

IPA.00013874

Carvalhais, Ribeira de Pena

Arquitetura religiosa.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de Escoureda / Capela de Santa Apolónia

IPA.00021526

Escoureda, Ribeira de Pena

 

Capela de planta retangular simples, com interior de espaço único coberto por teto de masseira. Fachada principal terminada em empena de cornija truncada por sineira, e rasgada por portal de verga reta. Fachadas laterais rematadas em cornija com cunhais horizontalizados e rasgadas por frestas retangulares e porta, de verga reta, na lateral esquerda. Interior desnudo.

Localiza-se numa encosta sobranceira ao rio Poio, isolada, numa plataforma aplanada à entrada da povoação, rodeada de lameiros e casas.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de Favais / Capela Santa Luzia

IPA.00013855

Favais, Ribeira de Pena

 

Capela de planta retangular simples, de espaço interior único coberto por teto de masseira, em madeira. Fachada principal terminada em empena de cornija truncada por sineira e rasgada por portal de verga reta. Fachadas laterais com cunhais apilastrados, terminadas em cornija e rasgadas por janelas retangulares. Interior com pia de água benta ladeando o portal retábulo-mor, revivalista, de talha dourada e policroma, de um eixo.

Localiza-se numa encosta sobre a ribeira de Favais, afluente do rio Poio, isolada, num largo no centro da povoação, rodeada de casas.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de Formoselos / Capela de Nossa Senhora das Dores

IPA.00023536

Formoselos, Ribeira de Pena

 

Capela maneirista, barroca e revivalista de planta retangular simples, interiormente de espaço único com teto de madeira em masseira e iluminada pelos vários tipos de vãos das fachadas. Fachada principal terminada em empena, de friso e dupla cornija, rasgada por portal de verga reta, com aletas barrocas, encimado por cornija reta e nicho, ladeado por óculos e coroada por sineira, revivalista. Fachadas laterais com pilastras nos cunhais e rematadas em friso e dupla cornija, com janelas quadrangulares a iluminar a zona do altar-mor, tendo a lateral esquerda porta travessa de verga reta e a oposta porta para o coro-alto e sacristia. Interior com coro-alto, púlpito no lado do Evangelho e pias de água benta ladeando os portais.

Localiza-se numa encosta sobre o rio Tâmega, isolada, num largo sobranceiro à estrada para Cerva, rodeada de casas, quintais e campos de cultivo. Possui adro empedrado a cubo granítico, na parte frontal com pedras de calcário e basalto desenhando uma cruz, cerrado por muro de pedra e grades de ferro, com acesso lateral e frontal.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de Lamas / Capela de Nossa Senhora dos Remédios / Capela de São Sebastião

IPA.00013854

Lamas, Ribeira de Pena

 

Arquitetura religiosa, maneirista. Capela de planta longitudinal simples e espaço interior único, coberto em falsa abóbada de berço, de contraplacado. Fachada principal integrada na tipologia mais comum na região, terminada em empena de friso e cornija truncada por sineira, rasgada por portal de verga reta, encimado por frontão triangular interrompido, ladeado por dois óculos. Fachadas laterais com pilastras toscanas nos cunhais, horizontalizados, rematados em friso e cornija, com frestas retangulares, em capialço, a iluminar a zona do altar-mor, e, na lateral esquerda, porta de verga reta, possuindo na oposta sacristia. Interior com confessionários embutidos, pia de água benta a ladear o portal principal e retábulo-mor de talha dourada e policroma, de cinco eixos.

Localiza-se numa encosta sobre o rio Poio, isolada, num largo no centro da povoação, rodeada de casas e quintais. Desenvolvido à volta de três fachadas, possui pequeno adro, empedrado a cubo granítico, cerrado por muro de pedra e gradeamento de ferro, com dois portões de ferro, enquadrados por pilares de granito sobrepujados por pirâmides, Junto da capela ergue-se um espigueiro com data de 1877.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de Macieira / Capela de São Tiago

IPA.00013876

Macieira, Ribeira de Pena

 

Arquitetura religiosa, vernácula. Capela setecentista de planta longitudinal simples, com espaço interno único coberto por teto de madeira e iluminado por frestas e janelas na zona do altar-mor. Fachadas com pilastras nos cunhais, coroadas por friso e cornija, a principal terminada em empena e rasgada por portal de verga reta encimado por óculo retangular. Fachada lateral esquerda com porta travessa de verga reta e uma outra de acesso ao coro-alto e sineira no beiral. Interior com teto em masseira, de madeira, coro-alto com balaustrada de madeira, pias de água benta, e retábulo de talha, envernizada.

Localiza-se numa zona de montanha, isolado, à beira da estrada e sem elemento separador da mesma, num largo à entrada da aldeia, rodeada de campos de cultivo e casas. Possui pequeno adro frontal, cimentado, sobrelevado, com cinco degraus para acesso, cerrado por grade e portão de ferro. Na aldeia existem alguns espigueiros setecentistas e casas com relógios de sol e data de construção gravada no lintel.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de Mourão / Capela de Santa Quitéria

IPA.00021525

Mourão, Ribeira de Pena

 

Capela maneirista alpendrada, de planta retangular de uma só nave, de espaço interior único coberto com teto de masseira. Fachada principal em empena de cornija truncada por sineira, com portal de verga reta, precedido por alpendre sustentado por colunas sobre murete. Fachada lateral direita rasgada por fresta de capialço, retangular, a iluminar a zona do altar-mor. Interior desnudo com pia de água benta no lado da Epístola.

Localiza-se num outeiro sobranceiro à ribeira de Assureira, afluente do rio Poio, isolada, numa plataforma à face da estrada para Cerva, rodeada de campos de cultivo e casas. Possui pequeno adro ajardinado, cerrado por muro, com acesso frontal por escada de cimento.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de Nossa Senhora da Guia

IPA.00012160

Fonte do Mouro, Ribeira de Pena

 

Capela setecentista de planta retangular composta, de nave e capela-mor, indiferenciada, interiormente cobertas por abóbada de berço em caixotões e amplamente iluminada, com torre e sacristia adossadas. Fachadas rebocadas e pintadas, com pilastras nos cunhais, coroadas por pináculos, e terminadas em friso e cornija. A fachada principal, terminada em frontão de volutas interrompido por concha, é rasgada por portal de verga reta moldurado, enquadrado por pilastras almofadadas suportando cornija, friso convexo e frontão de volutas interrompido por nicho, sendo ladeado por janelas retangulares jacentes. Fachadas laterais rasgadas por porta travessa e janelas retangulares de capialço, tendo a lateral direita sineira sobre a cobertura. No interior coro-alto de madeira, com guarda em balaustrada, pias de água benta gomeadas a ladear as portas travessas, púlpitos de bacia retangular assente em mísula e com guarda plena de talha tardo-barroca, e retábulo-mor revivalista, em talha policroma, de planta côncava e três eixos.

Localiza-se numa encosta do rio Tâmega, isolado, num largo à face da estrada para a sede do concelho, rodeada de casas e campos agrícolas. Possui adro murado, empedrado a cubo granítico, tendo do lado S. escadaria de cimento e do lado E. canteiro com duas cerejeiras e um carvalho centenário.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de Nossa Senhora da Livração

IPA.00013869

Penalonga, Canedo, Ribeira de Pena

 

Arquitetura religiosa, vernácula. Capela oitocentista de planta longitudinal simples, de uma nave, com espaço interior único coberto por madeira e iluminado pelas frestas laterais. Fachada principal terminada em empena de cornija truncada por sineira, rasgada por portal de verga reta. Fachadas laterais terminadas em cornija, tendo a esquerda frestas e a direita porta travessa. Interior com púlpito, pia de água benta junto ao portal e retábulo de talha policroma revivalista de planta reta e um eixo.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de Nossa Senhora dos Remédios

IPA.00021530

União das freguesias de Cerva e Limões, Ribeira de Pena

 

Arquitetura religiosa, maneirista e barroca. Capela de planta longitudinal de uma nave e espaço interior indiferenciado coberto com contraplacado, pintado. Fachada principal terminada em empena de cornija truncada por sineira, com portal em arco de volta perfeita. Fachadas laterais com pináculos a coroar os cunhais horizontalizados, terminadas em cornija, rasgada a S. por porta em arco de volta perfeita e fresta de capialço, a iluminar a zona do altar-mor. No interior retábulo-mor de talha tardo-barroca.

Localiza-se numa encosta voltada ao rio Poio, isolada, numa plataforma sobranceira ao caminho que conduz ao Lugar de São João, rodeada de lameiros cercados por vinha de enforcado. Possui pequeno adro térreo, com escada de acesso do lado N. e soco nivelador de terreno.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de Quintela / Capela de Nossa Senhora da Piedade

IPA.00021524

Quintela, Ribeira de Pena

Arquitetura religiosa, maneirista. Capela de planta longitudinal simples de espaço interior único com cobertura de madeira. Fachada principal de tipologia bastante comum no distrito, terminando em empena de cornija truncada por sineira e rasgada por portal em arco em volta perfeita. Fachadas laterais com cunhais apilastrados e horizontalizados, rematadas em cornija e com porta travessa na lateral esquerda e fresta retangular na oposta. Interior com púlpito de base quadrangular e guarda plena de madeira, pia de água benta ladeando a porta travessa e retábulo-mor de talha, maneirista, de planta reta e um eixo.

Localiza-se numa encosta voltada ao rio Poio, isolada, em plataforma aplanada à entrada da aldeia, rodeada de montes e campos de cultivo. Apresenta, frontalmente, os vestígios de um alpendre, materializados num pilar, ainda em pé, e em pedras espalhadas pelo chão de um segundo pilar.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de Santa Ana

IPA.00013862

Canedo, Penalonga, Ribeira de Pena

 

Capela seiscentista de planta retangular de uma nave, com espaço interior único coberto por contraplacado e iluminado por fresta lateral. Fachada principal terminada em empena, de cornija, com portal de verga reta ladeado por duas frestas retangulares e púlpito com guardas de granito, precedida por alpendre sustentado por dois esteios. Fachadas laterais terminadas em cornija, tendo a direita fresta retangular. Interior com retábulo de talha barroca de planta reta e um eixo.

Localiza-se na encosta voltada ao rio Beça, sobranceira à aldeia de Penalonga, isolada, numa plataforma empedrada a cubo granítico, rodeada de montes com carvalho e pinheiro.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de Santa Bárbara

IPA.00023534

Cerva, Ribeira de Pena

Arquitetura religiosa, maneirista. Capela seiscentista, de planta longitudinal simples, com alpendre setecentista, e espaço interior único, com cobertura em contraplacado, pintado e iluminado por fresta na zona do altar-mor. Fachada principal em empena de cornija truncada por sineira, com portal em arco de volta perfeita. Fachadas laterais terminadas em cornija saliente, rasgadas na lateral esquerda por porta de verga reta e na oposta por fresta de capialço. Fachada posterior terminada em empena também de cornija. Interior com pia de água benta, púlpito e retábulo de talha policroma, revivalista.

Localiza-se num m outeiro sobranceiro ao rio Poio, isolado, numa plataforma retangular construída no topo da colina, rodeada de campos de cultivo. Possui adro empedrado a cubo granítico, cerrado por balaustrada de pedra, com acesso por escadaria de granito situada na parte lateral Norte. No topo Oeste ergue-se um cruzeiro comemorativo da independência, com base monolítica prismática de arestas desgastadas, fuste monolítico, de secção circular, encimado por bola relevada e rematado por cruz latina de secção quadrangular com o remate das hastes boleado.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de Santa Bárbara

IPA.00024019

Manscos, Ribeira de Pena

Arquitetura religiosa, maneirista. Capela de planta longitudinal simples, com espaço interior único iluminado pelos óculos axiais e fresta lateral. Fachada principal terminada em frontão triangular com portal de verga reta, moldurado, encimado por frontão curvo de volutas interrompido por nicho albergando imagem, ladeado por dois óculos recortados e duas cartelas retangulares, inscritas, com moldura vegetalista, e encimado por óculo ovalado. Fachada lateral terminada em friso e cornija com fresta, retangular, de capialço, na zona do altar-mor. Interior com mísulas de sustentação do antigo coro-alto e pia de água benta, gomeada, ladeando o portal.

Localiza-se numa encosta voltada ao rio Tâmega, no interior de propriedade agrícola adossado à antiga casa com a qual fazia conjunto. Junto ao capitel esquerdo da capela, surge relógio de sol, circular.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de Santa Bárbara / Capela de Seirós

IPA.00013863

Seirós, Ribeira de Pena

 

Arquitetura religiosa, vernácula. Capela oitocentista de planta longitudinal simples, de uma nave e capela-mor interiormente diferenciada, com tectos em estuque e iluminada pelas frestas laterais. Fachada principal terminada em empena, de friso e cornija, truncada por sineira e rasgada por portal de verga recta, ladeado por dois óculos e encimado por fresta de moldura recortada. Fachadas laterais rematadas em friso e cornija rasgadas por frestas e a lateral direita por porta travessa, de verga recta. Interior com coro-alto e pias de água benta.

Localiza-se numa encosta voltada ao rio Tâmega, isolado, no centro da aldeia, rodeada de casas de arquitetura vernacular, algumas ainda com cobertura de colmo.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

 

Capela de Santo Amaro

IPA.00013861

Alijó, Canedo, Ribeira de Pena

 

Capela seiscentista, de planta retangular simples, com interior de espaço único, com teto de madeira em masseira e parcamente iluminado. Fachada principal terminada em empena de cornija truncada por sineira e rasgada por portal de verga reta, ladeado por fresta, retangular, jacente. Fachadas laterais cegas e a posterior terminada em empena de cornija. Interior com tríptico, pintado sobre madeira.

Localiza-se numa encosta voltada ao rio Beça, isolado, no extremo S. da aldeia, num largo empedrado a cubo granítico, rodeada de campos, casas rurais e três espigueiros. Na frontaria abre-se pequeno adro.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de São João

IPA.00013864

Pernalonga, Canedo, Ribeira de Pena

 

Capela setecentista de planta retangular de uma nave, com espaço interior único coberto por madeira e iluminado por fresta lateral, precedida por alpendre. Fachada principal terminada em empena, com portal de verga reta, e com alpendre sustentado por dois pilares assentes em murete. Interior com retábulo de madeira policroma com apontamentos dourados, de planta reta e um eixo, de sabor popular. Pequena capela de linhas muito simples integrada num ambiente bucólico excecional. Utiliza na sua construção pedras decoradas provenientes de um edifício medieval, nomeadamente nas bases e capitéis dos pilares que sustentam o alpendre, existindo na sua proximidade um sarcófago antropomórfico. No cunhal direito da fachada principal possui silhar gravado com cruz e a fachada posterior termina em empena reta.

Localiza-se na encosta sobranceira ao rio Beça, isolado, no meio de lameiros. A construção está parcialmente encoberta por uma ramada de vinha e junto da capela, no lado poente, existe uma sepultura antropomórfica e diversas pedras de granito, semi-enterradas.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de São João

IPA.00013864

Portugal, Vila Real, Ribeira de Pena, Canedo

 

Capela setecentista de planta retangular de uma nave, com espaço interior único coberto por madeira e iluminado por fresta lateral, precedida por alpendre. Fachada principal terminada em empena, com portal de verga reta, e com alpendre sustentado por dois pilares assentes em murete. Interior com retábulo de madeira policroma com apontamentos dourados, de planta reta e um eixo, de sabor popular. Pequena capela de linhas muito simples integrada num ambiente bucólico excecional. Utiliza na sua construção pedras decoradas provenientes de um edifício medieval, nomeadamente nas bases e capitéis dos pilares que sustentam o alpendre, existindo na sua proximidade um sarcófago antropomórfico. No cunhal direito da fachada principal possui silhar gravado com cruz e a fachada posterior termina em empena reta.

Localiza-se na encosta sobranceira ao rio Beça, isolado, no meio de lameiros. A construção está parcialmente encoberta por uma ramada de vinha e junto da capela, no lado poente, existe uma sepultura antropomórfica e diversas pedras de granito, semi-enterradas.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela de Tojais / Capela de Nossa Senhora do Carmo

IPA.00013877

Tojais, Ribeira de Pena, União das freguesias de Cerva e Limões

 

Arquitetura religiosa, vernácula. Capela setecentista de planta longitudinal simples, de espaço interior único coberto por abóbada de berço. Fachada principal terminada em empena de cornija truncada por sineira, e rasgada por portal de verga reta. Fachadas laterais rematadas em cornija com frestas retangulares em capialço a iluminar a zona do altar-mor, tendo na lateral esquerda porta de verga reta. Interior com pias de água benta ladeando os portais e com nicho de volta perfeita aberto na parede testeira, onde se integraria o retábulo-mor.

Localiza-se fora de Tojais, isolada, num largo empedrado à entrada da povoação, rodeada de lameiros e casas, com alguns exemplares coevos da capela. Os muros das propriedades definem lateral e posteriormente um pequeno adro.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Capela do Bom Jesus / Capela de Burgos

IPA.00023498

Burgos, Ribeira de Pena

Arquitetura religiosa, maneirista. Capela de planta longitudinal simples e espaço interior único, com travejamento de madeira aparente e iluminado pelos óculos da fachada principal e frestas laterais na zona do altar-mor. Fachada principal terminada em empena, de friso e cornija, truncada por sineira, e rasgada por portal de verga reta encimado por frontão interrompido e ladeado por óculos circulares geminados. Fachadas laterais com cunhais apilastrados, rematadas em friso e cornija e rasgadas com frestas de capialço e, na lateral esquerda, porta de verga reta. Interior com pias de água benta ladeando as portas e nicho em arco de volta perfeita aberto na parede testeira onde se integraria o retábulo-mor.

Localiza-se numa encosta sobre o rio Poio, isolada, rodeada de casas e quintais, num pequeno largo à margem do caminho do lugar. Junto à capela, no lado E., ergue-se a Casa de Marante, de traça setecentista, com o portal da quinta rematado em cornija reta encimada por pináculos piramidais e um nicho, em arco de volta perfeita, enquadrado por aletas decoradas com espirais e elementos fitomórficos, sobrepujado por cruz sobre plinto.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Igreja Paroquial de Alvadia / Igreja de Santa Cruz

IPA.00013856

Alvadia, Ribeira de Pena

 

Igreja paroquial maneirista de planta poligonal composta por nave e capela-mor, mais baixa e estreita, de espaço interior diferenciado com coberturas em estuque. Fachada principal seguindo a tipologia mais simples do distrito, terminada em empena de friso e cornija, com portal de verga reta, moldurado, encimado por óculo, sendo ainda flanqueada por torre campanário. Fachadas laterais com cunhais apilastrados, terminadas em friso e cornija, com portas travessas de verga reta, e frestas de capialço, na nave e capela-mor, com escadaria e sacristia adossadas na lateral esquerda. Interior com coro-alto, pias de água benta, gomadas a ladear os portais, batistério em arco de volta perfeita no lado do Evangelho, nicho em arco de volta perfeita no oposto, com retábulos colaterais de talha tardo-barroco e retábulo-mor de talha revivalista.

Localiza-se numa encosta sobre o rio Poio, isolada, num largo à entrada da povoação, desenvolvendo-se à direita o cemitério paroquial. Possui adro, empedrado a cubo granítico, cerrado por muro de pedra, com portão de ferro lateral e frontal. No interior conserva uma base de cruzeiro. A Oeste da igreja, a cerca de 50 m., existe uma casa rural com data de 1766 e a cruz dos Pereiras.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Igreja Paroquial de Canedo / Igreja do Divino Salvador

IPA.00013868

Canedo, Ribeira de Pena

 

Igreja paroquial quinhentista e revivalista, de planta poligonal composta de nave e capela-mor, mais estreita, interiormente com tetos de madeira e iluminadas por frestas laterais, com sacristia adossada a Norte. Fachadas em cantaria de granito sendo a principal terminada em empena, de cornija, interrompida e rasgada por portal em arco apontado de aduelas largas. Fachadas laterais terminadas em cornija, tendo a esquerda porta sobrelevada, para o coro-alto, e a direita porta travessa, em arco de volta perfeita de aduelas largas, e duas frestas, na nave e janela, retangular, na capela-mor. No interior, mísulas de pedra de sustentação do coro-alto, pia batismal circular, púlpito com bacia e mísula de cantaria, pias de água benta a ladear porta travessa, dois retábulos colaterais postos de ângulo e retábulo-mor revivalista, de talha policroma, de planta reta e um e três eixos, respetivamente.

Localiza-se num local isolado, na periferia da povoação, sobranceira à ribeira de Canedo, afluente do rio Beça, rodeada de campos e casas agrícolas, destacando-se uma delas com as datas de 1831 e 1846 inscritas nas suas fachadas e integrando uma tampa de sepultura com inscrição ilegível. O campanário ergue-se isolado da igreja, no lado Norte. Possui adro, aberto, frontalmente pouco espaçoso, empedrado a cubo granítico, possuindo junto à fachada lateral direita duas cruzes da Via-sacra.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Igreja Paroquial de Cerva / Igreja de São Pedro

IPA.00012158

Cerva, Ribeira de Pena

 

Igreja paroquial de raiz medieval de que se conservaram os cachorros, a maioria com decoração antropomórfica e zoomórfica, e algumas pedras sigladas, de nave estreita relativamente à sua grande profundidade. Integra torre sineira na fachada principal, inferiormente indiferenciada, mas no seu segundo registo truncando lateralmente parte do frontão, e tendo o terceiro registo com um tratamento mais cuidado, com pilastras nos cunhais de fuste almofadado, suportando cornija de perfil convexo semelhante ao da porta travessa principal; a torre sineira é rematada em lanternim e cúpula, de feitura provavelmente muito mais tardia, e constituindo uma solução pouco comum na região. O portal axial, rococó, possui os ângulos da verga recortados, formando bico, e é encimado por frontão contracurvado alteado e interrompido por óculo recortado de molduras planas e côncavas. A fachada lateral S. é rasgada por três portais, solução única no concelho, destacando-se o mais próximo da torre, também rococó, com verga reta de moldura igual ao axial, sendo enquadrado por largas pilastras que suportam friso convexo e nicho, envolvido em decoração concheada rococó, albergando uma imagem do padroeiro São Pedro. Tem planta poligonal composta de uma nave, e capela-mor, mais baixa e estreita, com torre sineira e interiormente iluminada pelos vãos laterais e óculo da fachada principal e com tetos de madeira e em estuque. Fachada principal terminada em frontão triangular rasgada por portal de verga reta, ladeado de aletas e encimado por frontão contracurvado, interrompido, e óculo recortado. Fachadas laterais com pilastras nos cunhais, percorridas por cachorrada na nave, rasgadas por frestas e janelas de capialço, com portas travessas na lateral direita, uma delas sobrepujada por nicho concheado albergando a imagem do padroeiro, em pedra. Interior com coro-alto de madeira, batistério e púlpito no lado do Evangelho, retábulo lateral, retábulo colateral da Epístola e o retábulo-mor revivalistas, em talha policroma e dourada, e o colateral do Evangelho maneirista. Teto da nave com pintura rococó. De realçar a existência de cruzes de Via Sacra gravadas nas fachadas, solução encontrada frequentemente em capelas do antigo concelho de Cerva. No interior da igreja destaca-se a pia batismal de mármore, o teto da nave, com quadraduras laterais e ampla cartela de concheados central com o padroeiro, e, sobretudo, o retábulo colateral do Evangelho, maneirista, seguindo integralmente o esquema de Vignola, com duas ordens de plintos suportando as colunas, de grande elegância e diferente decoração, e ainda com sacrário de um só andar. O retábulo lateral do Evangelho é revivalista neobarroco, o colateral da Epístola e o mor são em revivalismo neoclássico, o primeiro de pouca qualidade.

Localiza-se numa encosta voltada ao rio Poio, isolado, numa plataforma sobranceira à vila, erguendo-se nas imediações o salão e a residência paroquial. Possui adro, organizado em dois socalcos, pavimentado a cubo granítico e cerrado de Norte e Este por muro e grade de ferro. As portas travessas da fachada lateral Sul são precedidas por escadas e, encostada a esta mesma fachada, ergue-se, sobre base prismática com almofada decorada, cruz latina de hastes molduradas, integrada na Via Sacra cujas estações estão gravadas nas fachadas da igreja.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Igreja Paroquial de Limões / Igreja de São João Baptista

IPA.00013873

Lugar da Igreja, Limões, Ribeira de Pena

 

Arquitetura religiosa, barroca. Igreja paroquial de planta longitudinal composta de uma nave e capela-mor, mais baixa e estreita, interiormente cobertos por falsa abóbada de berço de estuque e iluminado pelos vãos laterais, com sacristia e torre sineira adossados. Fachadas com pilastras toscanas nos cunhais, a principal terminada em empena, de friso e cornija, rasgada por portal de verga reta encimado por nicho e óculo recortado; as laterais são rasgadas por porta travessa, de verga reta, e duas janelas de capialço, na nave e capela-mor. No interior, coro-alto de madeira, batistério no lado do Evangelho, confessionários embutidos confrontantes, púlpito no lado do Evangelho, dois retábulos laterais tardo-barrocos, um outro revivalista, todos de talha policroma e dourada, e retábulo-mor de talha barroco, de talha policroma e dourada, de planta convexa e um eixo.

Localiza-se numa encosta voltada ao rio Poio, isolado, numa plataforma sustentada por possante embasamento, sobranceiro ao casario seiscentista e setecentista, junto da residência, do salão e do cemitério paroquial. Possui adro pavimentado a cubo granítico, cerrado por muro de granito e grade de ferro, com acesso lateral e posterior por escadaria de pedra. Fronteiro à igreja, sobre soco de dois degraus de pedra, quadrangulares, ergue-se cruzeiro, com base prismática, tendo nas faces a árvore da vida, em baixo relevo, e inscrições; fuste de secção circular encimado por cartela, decorada com o escudo de Portugal numa das faces e o cálix e a hóstia, em baixo relevo, na face oposta, coroado por cruz de secção circular.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

 

Igreja Paroquial de Ribeira de Pena / Igreja de São Salvador

IPA.00012159

4870-161, Ribeira de Pena

 

Arquitetura religiosa, rococó. Igreja Matriz setecentista, de planta longitudinal cruciforme, composta de nave, transepto e capela-mor, mais baixa e estreita, interiormente com abóbadas polinervadas e amplamente iluminada. Fachada principal harmónica, de três panos definidos por contrapilastras coríntias, com nave terminada em espaldar rematado em cornija angular, com aletas laterais, e torres, de dois registos separados por múltiplos frisos e cornija, com relógio circular de cantaria encimado por sineira, e cobertura em coruchéu bolboso. É rasgada por portal de planta convexa, com verga abatida, enquadrado por pilastras compósitas postas de ângulo, sobre plintos galados, suportando fragmentos de frontão, encimados por anjos tenentes, e ampla cartela recortada central, sobrepujado por nicho, em arco recortado, envolvida por molduras recortadas, concheadas e com elementos fitomórficos, albergando imagem do orago; este é ladeado por janelões, recortados, com motivo fitomórfico na base e remate em cornija angular. Fachadas rebocadas e pintadas, com pilastras nos cunhais coroados por pináculos na nave e capela-mor, terminadas em friso e cornija, rasgadas por portas de verga reta e janelas retilíneas na nave e capela-mor. No interior coro-alto sobre arcos abatidos, com balaustrada de talha com concheados vazados, tendo no sub-coro batistério e capela confrontante, portas ladeadas por pias de água benta gomeadas, dois retábulos laterais rococós, em talha policroma de planta reta e um eixo, e dois púlpitos facetados com guarda plena em talha, protegidos por teia em pau-preto de concheados vazados, fechando ao zona do presbitério, transepto com dois retábulos rococós, em talha policroma de planta côncava e um eixo, e retábulo-mor igualmente rococó, em talha policromada, de planta côncava e um eixo. Sacristia com lavabo e arcaz, rococó.

Localiza-se na praça central da vila, adaptado ao declive suave do terreno. Lateral e posteriormente desenvolve-se pequeno adro, murado, empedrado a cubo granítico, com acesso principal de O., por escadaria de pedra, com portal definido por pilares coroados por pináculos; frontalmente, o adro é bastante amplo e tem pavimento em calçada à portuguesa, formando motivos geométricos, no princípio do qual se ergue um cruzeiro dos Centenários. Nas proximidades, implantam-se o Palácio da Justiça, a Escola Primária de São Salvador algumas casas de habitação oitocentistas.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/

Igreja Paroquial de Santo Aleixo de Além-Tâmega / Igreja de Santo Aleixo

IPA.00013882

Santo Aleixo de Além-Tâmega, Ribeira de Pena

 

Arquitetura religiosa, seiscentista vernácula. Igreja de planta longitudinal composta por nave e capela-mor, interiormente com tetos de madeira e iluminada pelas frestas laterais. Fachada principal terminada em frontão, com nicho no tímpano, portal de verga reta ladeado por duas frestas jacentes e encimado por óculo, circular. Fachadas laterais terminadas em cornija, com portas travessas de verga reta e frestas na nave e capela-mor. Interior com coro-alto, púlpito no lado do Evangelho, pia de água benta a ladear porta travessa direita, retábulos laterais e retábulo-mor de talha, revivalista com elementos maneiristas.

Localiza-se numa encosta sobranceira ao rio Tâmega, fora da povoação, isolado, num largo à margem da EN 312 para Ribeira de Pena, desenvolvendo-se à direita o cemitério paroquial. Possui adro, cerrado lateralmente e empedrado a cubo granítico. Nas traseiras, comunicando com o adro, desenvolve-se amplo espaço, ajardinado, com lago de água.

Fonte: http://www.monumentos.gov.pt/