Raio: Desligado
Raio:
km Set radius for geolocation
Procurar

Logo FAO GIAHS

O conceito de GIAHS (Globally Important Agricultural Heritage Systems) ou SIPAM (Sistemas Importantes do Património Agrícola Mundial) é uma forma distinta e mais complexa que a convencional classificação de áreas ou paisagem protegida. Os sítios GIAHS são sistemas agrícolas vivos, envolvendo as comunidades humanas numa relação intrincada com o território, com a paisagem cultural e agrícola, bem como com o ambiente biofísico e social.

 

O território do Barroso, que se estende pelos concelhos de Boticas e Montalegre, foi designado o primeiro sítio Globally Important Agricultural Heritage Systems / Sistema Importante do Património Agrícola Mundial (GIAHS). Trata-se de uma iniciativa da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) para a promoção e preservação do património agrícola.

O processo de candidatura à classificação do Barroso como sítio GIAHS foi iniciado em 2016 pela Associação de Desenvolvimento da Região do Alto Tâmega (ADRAT), tendo sido, depois, formalizada junto da FAO pelo Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural. A candidatura envolveu ainda o Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Municípios de Boticas e Montalegre, a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) e a Universidade do Minho (UM).

 

imagem da região do Barroso - Boticas e Montalegre

 

imagem da região do Barroso - Boticas e Montalegre

A 19 de Abril de 2018, em Roma, aquando do Fórum Internacional GIAHS, foram entregues os certificados aos 14 novos sítios GIAHS (Global Important Agricultural Heritage Systems), recentemente designados a nível mundial pela FAO. Entre estes sítios encontrava-se o Sistema Agro-Silvo-Pastoril do Barroso, o primeiro sítio Português a ser reconhecido e um dos 3 sítios de toda a Europa com esta classificação. No dia 26 de Janeiro de 2019 foi assinado o acordo de parceria entre as várias entidades, desde autarquias, universidades, Ministério do Agricultura e Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), que visa essencialmente a criação do Plataforma GIAHS do Barroso e a implementação de um Plano de Ação.

Os sítios GIAHS são sistemas agrícolas vivos, envolvendo as comunidades humanas numa relação de interação com o território onde se inserem, com a paisagem cultural e agrícola, bem como com o ambiente biofísico e social. O objetivo geral do programa GIAHS da FAO é identificar sistemas agrícolas mundiais de grande especificidade, promovendo e implementando processos de salvaguarda das suas paisagens, da biodiversidade agrícola e dos sistemas de conhecimento, estabelecendo um programa a longo prazo para apoiar a preservação da riqueza destes sistemas e melhorar os benefícios a uma escala global, nacional e local, por via da conservação das dinâmicas, gestão sustentável e viabilidade reforçada.

Mais informações disponíveis no seguinte link: Barroso GIAHS